Consciência alimentar (à Portuguesa)

Tendências
Consciência alimentar (à Portuguesa)
Há cada vez mais uma preocupação maior com o que comemos. Quem cultivou? É de viveiro ou de alto mar? Para onde vão os excessos? As perguntas metafísicas que agora pairam na consciência coletiva e a preocupação pela pegada ecológica das cozinhas de todo o mundo estão a mudar a forma como nos alimentamos e como queremos ser alimentados. Por isso, o trashcooking é uma das grandes tendências de 2017 – isto apesar de ser uma prática ancestral em países como... Portugal. Ou seja, a arte de aproveitar os alimentos tanto em casa (com uns croquetes, por exemplo) ou como na gastronomia em geral (uns pezinhos de coentrada conseguem sempre surpreender os estrangeiros), é coisa muito nossa.